Trecho 19

“…e foi visto que absolutamente ninguém conseguirá sentir uma letra do seu livro, a menos que tenha andado um pouco o (em seu) alfabeto.

Nada é tão incrível quanto o suspiro dos silêncios turbulentos, que circulam as redondezas iluminadas.

…”

Um coração que não nasceu